Carreira de mulheres na tecnologia

Quando falamos sobre as mulheres no segmento tecnológico, precisamos de início entender quais são as crenças carregadas por anos em relação à autoestima da mulher, crenças essas que desde a infância são abaladas pelos padrões estabelecidos na sociedade, e em relação à mercado de trabalho a falta de incentivo para ocuparem cargos e funções que são consideradas masculinas, lembrando que somos indiretamente cobradas ao longo de nossa jornada para múltiplos papéis: mãe, esposa, filha, profissional e precisamos ainda encontrar equilíbrio de cumprir todos da melhor forma possível.

Segundo uma pesquisa do PNAD apenas 20% das mulheres ingressam em cursos de tecnologia e 79% desistem no primeiro ano da faculdade, o relato delas é de que muitas vezes são as únicas da turma, se sentem inseguras, com medo de errar e não conseguem lidar com a exigência em relação à própria performance no curso. Esta falta de conhecimento técnico acaba atrapalhando as mulheres a buscarem sua primeira oportunidade de trabalho, pois ainda são poucas empresas que se disponibilizam em oferecer a oportunidade e capacitação mesmo sem conseguir mão de obra qualificada disponível no mercado. Outra função que é necessária para a inclusão das mulheres na tecnologia é o fortalecimento e mudança de mindset da síndrome da impostora, precisamos colocar como premissa que as mulheres também pode se inserir neste mercado com competência e não só as mulheres mas os homens cis com este pensamento pré-histórico precisam se desconstruir e considerar a diverisidade como meio de reparação e estratégia de negócios.

Um dado interessante sobre as aplicações de vagas em relação a gênero mostram que as mulheres só se aplicam para oportunidades cujo sejam 90% compatíveis com seu perfil, enquanto homens aplicam com menos, elas em sua maioria não gostam de correr determinados riscos que pode estar atrelada às crenças que abordamos no início do texto.

Se você é mulher e quer mergulhar de cabeça no mundo da tecnologia, confere as dicas que preparei:

  • Faça parte de grupos de tecnologia, há grupos focados para mulheres que trabalham além da questão de gênero, pautas raciais também: @uxparaminaspretas, @mulheresdeproduto e etc.
  • Comece estudando artigos e livros gratuitos ou pagos para começar o seu processo de aprendizado na área.
  • Crie seu perfil para criação dos projetos como o GITHUB por exemplo, assim quando houver uma vaga você pode mostrar aos recrutadores o que vem estudando.
  • Participe de eventos TECH, um dos maiores do país é o TDC (The Developers Conference), eventos como este farão você ampliar o networking e aprender muitos conteúdos com pessoas referência na área.
  • Se inscreva para programas de estágio ou trainee, que possam abrir mais o leque de opções para a inclusão de pessoas sem ou com pouca experiência.
  • Busque iniciativas que possam fortalecer seu início na carreira como https://event.southsystem.com.br/impulsionar Um programa que busca na sociedade pessoas com vontade e interesse de ingressar no incrível universo da TI.

Sucesso!

Impulsionar pessoas para inovar o mundo