A acessibilidade é apenas para pessoas com alguma deficiência? Apenas para pessoas mais velhas? É voltada para pessoas que não possuem o mesmo nível que você de conhecimento? NÃO! A acessibilidade é para TODOS. Ela é tudo sobre pessoas, sem barreiras e com o intuito de dar autonomia.
Inicialmente precisamos mudar o nosso pensamento sobre a deficiência. Até os anos 60 acreditava-se que a deficiência era permanente, posteriormente descobriu-se que as deficiências poderiam também ser temporárias e, através da evolução da tecnologia, hoje é possível facilitar a vida de uma pessoa em alguma destas condições.

Porque levantei essa questão? Pois…


No post anterior, falei sobre a qualidade de software e como podemos (e devemos) aplicar os mesmos conceitos no desenvolvimento de Infra como Código.


O termo “Open Banking” veio à tona não faz muito tempo. Porém essa movimentação ocorre desde 2006, quando o Banco Central iniciou a portabilidade de cadastros entre instituições financeiras.

Mas o que é Open Banking? Vamos começar do início.

Segundo o site do Banco Central ( https://www.bcb.gov.br/acessoinformacao/perguntasfrequentes-respostas/openbanking), Open Banking é:

​O Open Banking, ou Sistema Financeiro Aberto, é o compartilhamento padronizado de dados, produtos e serviços por meio de abertura e integração de sistemas, com o uso de interface dedicada para essa finalidade, por instituições financeiras, instituições de pagamento e demais instituições autorizadas a funcionar pelo BC, de forma segura…


Na engenharia de software é indiscutível a necessidade e a importância de se trabalhar a cultura e as boas práticas da qualidade de software durante todas as etapas do processo de desenvolvimento. Mais do que entregar software rapidamente em produção, o foco está em entregar valor agregado de negócio com qualidade.

Essa mesma preocupação ainda é incipiente e pouco discutida quando falamos de Infrastructure as code (IaC). Mas se estamos buscando transformar nossa infraestrutura em código, logo estamos falando de desenvolvimento e da entrega de produtos. Direta ou indiretamente, estamos entregando valor para o negócio. …


Falando um pouco mais sobre automação de testes — Já falei um pouco sobre Python + Pytest aqui https://medium.com/@matheus.adejair/integrando-pytest-com-reportportal-4eab7e91ff33 — trago aqui um pouco sobre a utilização do Ruby para automatizar validações de API usando a biblioteca Rspec para implementação de cenários com BDD.

O que é o Rspec?

Rspec é um framework de desenvolvimento orientada por com portamento, para utilização de programadores Ruby. Esta ferramenta é considerada uma meta-gem, ou seja, que utiliza outras gens para seu funcionamento. São elas: - spec-core - rspec-responses - rspec-mocks Cada uma delas pode ser instalada separadamente e carregado isoladamente usando o arquivo de configuração require ( que…


Nowadays, we can observe many people trying to be technical leaders. Many companies provide this path to recognize their employees in technical terms and maintain a shared sense of building an IT career.

I genuinely believe in people’s technical ability to lead teams because I believe in leadership by example, where the leader will get his hands dirty together with his followers. …


O ano é 2021 e o mundo mudou muito. A tecnologia alcançou níveis extraordinários, aumentando cada vez mais a importância da evolução digital. Isso influenciou as pessoas também, de tal forma que o mercado ampliou e, consequentemente, a gama de pessoas capacitadas na área da tecnologia.

Discutivelmente, no início dos anos 90 o ramo da tecnologia havia ficado “mainstream”, apesar de já ter relevância décadas atrás. A imagem genérica do programador/chefe de TI nessa época era do homem branco, magro, de óculos, super inteligente e relativamente extrovertido. Sabemos hoje que antes desse padrão ser estabelecido, pessoas de diferentes origens e…


Não, não me refiro ao vencedor da ‘dança das cadeiras’, não nesta (primeira) vez!
É além da metodologia de trabalho, tem a ver com postura, pertencimento e o quanto se é ativo. A Metodologia Ágil tem espaço marcado no ramo da Tecnologia, porém, na prática, poucas empresas/pessoas conseguem atingir o comportamento ágil. O por quê? É até clichê comentar… a realidade é que depende do indivíduo, que muitas vezes, é individualista. Tu não precisa só ter pensamento ágil porque está em um projeto ágil, é pequeno pensar assim. …


Algumas vezes, no projeto em que estamos inseridos na empresa, precisamos passar para o time uma clareza sobre o que está sendo implementado nos testes automatizados de API REST ou quanto da API está coberta pelos testes.

Existe uma forma de calcular a cobertura de testes, que se baseia nos critérios de cobertura de entrada (Input Coverage) e cobertura de saída (Output Coverage).

Em seguida, explicarei alguns desses critérios, assim você poderá calcular a cobertura de seus testes, caso ache necessário.

  • Path Covarage (input):

Analisar a cobertura da suíte de testes da URI.

Verificand a quantidade de URI que a…


Atualmente as empresas de tecnologia vem investindo cada vez mais em softwares distribuídos afim de garantir a escalabilidade, disponibilidade e desempenho de suas aplicações.

O modelo de Arquitetura de microsserviços (Microservice Architecture) é uma forma de se projetar um software, onde se divide o mesmo em pequenos serviços independentes que funcionam ou não em conjunto para responder as requisições feitas pelos usuários do sistema.

“Embora não haja definição padrão formal sobre o microsserviços, existem certas características que nos ajudam a identificar o estilo. Essencialmente, a arquitetura de microsserviços que é um método de desenvolvimento de aplicativos de software como um…

SOUTH SYSTEM

Impulsionar pessoas para inovar o mundo

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store